27 de outubro de 2006

Avaliação dos professores pelos Encarregados de Educação

Abaliaçom do Prufeçôre do mêu Filho

As razões dum Pai
O gajo não presta. O gajo fala, fala, fala, mas o puto não entende pêva do que ele está práli a dizer e por isso é que não aprende. Depois, só porque o puto recebe uma mensagem no telemóvel, que até fui eu que lha mandei porque ele tinha deixado o gato fechado na cozinha, põe-se aos gritos com ele que preturba a aula. Preturba mas é o c.... que o gato podia dar-nos cabo do almoço. O gajo é mas é parvo. Não tem compreenção pelos alunos, é o que é. Deu nega ao meu puto, mas agora quem vai ter a nega é ele! E vamos aver se pró ano, se calhar outra vez ao puto este gajo como professor, ele não le vai dar uma nota de jeito... não percisa ser um 5, que eu também sei que o meu puto não tem grande queda para os estudos, mas o que ele não tem é de andar praí a perjudicar o futuro dos miudos que assim com notas dessas, como é que vão comseguir tirar as facoldades? O gajo quer é ser ele e os da sua laia a serem dotores só eles.

Eu cá já decidi. Nota negativa!

Mai nada!

4 comentários:

Jacinta disse...

ehehehehehehehehe. Nem precisa de comentários. Tá demais! Um pai às direitas.ehehehe. bjs

Anónimo disse...

Se há pais assim, acredite que também há professores do mesmo calibre.

Porque será que os professores têm tanto medo de serem avaliados por outros?

lela disse...

nós não temos medo de ser avaliados, desde que seja por pessoas com competências para tal.

Jacinta disse...

A pessoa, anónima, que deixou o comentário confunde medo com bom senso. Haja paciência! É por isso que o país não anda para a frente. Mas olha agora quando formos buscar o nosso carro à oficina temos que fazer a avaliação do mecânico, quando formos atendidos nas finanças ou na Segurança Social, toca a avaliar que nos atende (digo-te que muitas negas vão ser dadas) e já agora, para não ir mais longe, deixem os professores avaliar o trabalho dos pais, que é muitas vezes insuficiente. É que, se o trabalho dos profs influencia a vida dos filhos em casa e na vida, também a tarefa dos educadores influencia comportamentos e aprendizagens na escola. Assim, já haverá justiça!!!